Caso de Obra – Uso de geomembrana e geocomposto na construção de canal de PCH

Da Roma Soluções em Geossintéticos – A Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Tamboril possui capacidade de gerar 29,3 MW de energia, onde toda a energia gerada é transportada e conectada à Subestação de Iporá, atendendo uma população de cerca de 150 mil pessoas. Com a disponibilização desta energia, a região ganhou um extraordinário reforço energético, possibilitando a instalação de grandes indústrias na região do oeste goiano.

Solo local rochoso e os taludes erodidos

O canal de adução possui aproximadamente 7 Km de extensão e as dimensões médias da seção com necessidade de tratamento são: 15 m de base, 6,5 m de profundidade e 5 m de altura de água, com sua totalidade revestida de geomembrana de PEAD 1,50 mm, gerando velocidade de 0,4 m/s e vazão de 45 m³/s.

O local possui o solo rochoso e o canal de adução que estava em funcionamento apresentou erosão dos taludes e, consequentemente, o arraste/perfuração da geomembrana de PEAD 1,50 mm em um trecho de aproximadamente 700 m, possivelmente ocasionado pela falta da instalação de drenos subsuperficiais e de canaletas de água pluvial. Sendo assim, a equipe da Tamboril Energética, empresa que gere a PCH, contatou a equipe técnica da Roma Soluções em Geossintéticos a para elaboração de uma solução técnica viável.

Processo construtivo – A equipe técnica Roma recebeu o projeto de recuperação e tratamento da seção que apresentou o problema, sendo especificado o uso de geocélula preenchida com solo-cimento para a estabilização do talude e a devida proteção mecânica da geomembrana, porém, apesar de funcional, o projeto geraria um investimento que ultrapassaria o previsto e aprovado para a obra.

Visando a viabilidade técnica e econômica, a equipe técnica sugeriu a aplicação do RomaDrain geocomposto 2GT para a proteção mecânica e drenagem dos líquidos, garantido assim, a estabilidade e a proteção do sistema e, consequentemente, atendendo o previsto tecnicamente e economicamente pela Tamboril Energética.

Sugestão Técnica Roma contemplando RomaDrain Geocomposto 2GT e Geomembrana GeoRoma 1,50 mm

A sugestão técnica foi desenvolvida com os detalhes do substrato ideal para a acomodação dos geossintéticos, as ancoragens longitudinais e transversais para atender a fixação, sistemas de drenagem subsuperficial e drenagem pluvial, condições de fluxo do canal e os respectivos croquis de apresentação (figura acima).

A sugestão técnica foi aprovada, gerando a instalação de 32 mil m² do RomaDrain geocomposto 2GT e 32 mil m² de geomembrana GeoRoma 1,50 mm (figura abaixo).

Foto da obra desenvolvida através da sugestão técnica Roma – RomaDrain Geocomposto 2GT e Geomembrana GeoRoma 1,50 mm

As bobinas do Romadrain geocomposto 2GT foram fornecidas especialmente com 2 m de largura e 40 m de comprimento, projetadas para a maior eficiência e praticidade na instalação, pois permitiram que envolvessem toda a seção do canal sem necessidade de cortes/emendas do produto. O produto geocomposto Romadrain 2GT é formado com o núcleo de georrede de PEAD e ambas as faces acopladas a um Geotêxtil Nãotecido, gerando a proteção mecânica da geomembrana em função do solo rochoso local e a fácil drenagem de águas provindas de chuvas e/ ou lençol freático. Para fixação, foram utilizadas as valas longitudinais de ancoragem da geomembrana GeoRoma 1,50 mm.

Para o correto dimensionamento da espessura necessária da geomembrana, de modo a atender os esforços com segurança, foi utilizada a equação 1 usualmente utilizada na literatura técnica, resultando na especificação da geomembrana 1,50 mm.

Equação para determinar a espessura necessária da geomembrana GeoRoma

Resultado – Os 700 m do canal de adução foram recuperados com eficiência técnica e econômica, conforme as soluções disponibilizadas pela Roma, gerando mais um caso de sucesso catalogado pela empresa.

Leia também:

Caso de obra – Revestimento de Lagoas de Estação de Tratamento de Esgoto

Trabalho analisa comportamento da Geomembrana de PEAD exposta ao envelhecimento acelerado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *