Ecos da Sardenha aborda a gestão de resíduos e os aterros sanitários em seu primeiro dia

Sardenha 2014, aterros sanitários

Abertura do Simpósio Internacional Ecos da Sardenha 2014

Dois minicursos simultâneos marcaram a abertura do Simpósio Internacional Ecos da Sardenha 2014, que começou na terça-feira, 26, e termina nesta quinta-feira, em São Paulo. O tema dessa edição é “Educação na Gestão de Resíduos”.

Na parte da manhã, o professor Luis Diaz, dos Estados Unidos, falou sobre tratamento de resíduos sólidos. Diaz trouxe casos de vários países, evidenciando os problemas e os impactos do descaso com o lixo. “O crescimento econômico e as mudanças nos hábitos dos consumidores tem provocado um aumento significativo na produção de resíduos no mundo todo”, destacou.

Paralelamente, o professor Mario Gandini, da Colômbia, fazia uma apresentação sobre o tratamento de lixiviados. Com pleno domínio do assunto, o profissional foi bastante técnico, contribuindo significativamente para os presentes, em geral, profissionais da área de engenharia ambiental.

Sardenha 2014, IGS Brasil

Professor Luis Diaz, dos Estados Unidos, falou sobre tratamento de resíduos sólidos

Logo após o almoço, Rafaello Cossu, professor italiano, abordou o tema gestão de resíduos. Sem apresentar respostas prontas, o palestrante enfatizou a necessidade de conciliar a teoria com a prática. “Não existe uma solução única. Por isso, é importante analisar caso a caso, buscando as melhores alternativas sempre”, disse ele que abordou aspectos da reciclagem, incineração e aterros sanitários.

Ao mesmo tempo, o único palestrante brasileiro do dia, Alexandre Cabral, falou sobre coberturas de aterros. Cabral também defendeu que os casos devem ser analisados sempre de modo específico e particular. Alertou ainda para a necessidade de atenção e prevenção de problemas em todos os casos. “A cobertura de um aterro é como a nossa pele, que precisa de proteção. Se não for assim, estaremos suscetíveis a doenças”.

Ao fim da tarde foi feita a cerimônia de abertura, com a presença de várias autoridades e organizadores do evento. Em sua sexta edição, o Simpósio Ecos da Sardenha 2014 é organizado pela ONG Ecos da Natureza, Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – Seção São Paulo (ABES-SP) e International Waste Working Group (IWWG).

Para encerrar as atividades, o escritor André Nagalli fez o lançamento de seu livro “Gerenciamento de resíduos sólidos na construção civil” com direito a autógrafos. O dia foi finalizado com um coquetel.

Sardenha 2014

Professor italiano Rafaello Cossu (esquerda) abordou o tema gestão de resíduos enfatizando a necessidade de conciliar a teoria com a prática. Alexandre Cabral (para a direita) falou sobre coberturas de aterros e defendeu que os casos devem ser analisados sempre de modo específico e particular.

– Bruno Pedroni, bruno@geosynthetica.net