Engenheira discute Durabilidade dos Geossintéticos em Sessão de congresso

Durabilidade dos Geossintéticos, Indiara GiugniA engenheira Indiara Giugni, consultora em Geossintéticos, apresentou no evento Geossintéticos 2015 (realizado em Brasília, de 19 a 21 de julho) o trabalho “Durabilidade dos Geossintéticos – Importância da Qualidade na Durabilidade”, que lotou o auditório da Uniceub. O trabalho discorre sobre os diversos fatores que afetam a durabilidade desses materiais, como o uso de materiais reciclados, intemperismo, oxidação, ataque químico e envelhecimento, em diversos tipos de geossintéticos como Geotêxteis, Barreiras Geossintéticas Argilosas (GCLs) e Geomembranas.  “Danos de instalação, ataque devido a elementos químicos não compatíveis com o polímero, podem comprometer o desempenho e a durabilidade dos geossintéticos, ao longo do tempo”, afirma Giugni.

Segundo Indiara, os geossintéticos podem ter a durabilidade condizente com a vida de serviço requerida pelo projeto e pela responsabilidade de uma obra. Para isto é necessário que o projeto seja bem concebido, e que especifique o polímero adequado ao tipo de aplicação. Outro aspecto que a engenheira salienta nas conclusões do trabalho é que a instalação também tem uma importância fundamental para garantir o bom desempenho e durabilidade dos geossintéticos.  “A qualidade em todas as etapas, desde a concepção do projeto até a instalação e também manutenção da obra, é importantíssima para garantir a durabilidade esperada do geossintético”, conclui Indiara.