Georreforços 2018 inova em formato de apresentação de palestras

O Georreforços – Workshop de Geossintéticos chegou à sua quinta edição em 2018. Realizado em março deste ano pela Huesker Brasil, o Georreforços 2018 contou com a presença de profissionais e acadêmicos de altíssimo nível, que discutiram importantes casos de obras do Brasil e do mundo e apresentaram pesquisas e tendências tecnológicas. “De fato, já é um evento técnico consolidado na agenda de seminários do setor de Geotecnia no Brasil. Assim como nas edições anteriores, teve uma procura grande e alcançou um número significativo de participantes, superior a 250, número que correspondia à capacidade do auditório”, afirma André Estêvão Silva, Diretor de Desenvolvimento de Mercado da Huesker.

O evento inovou ainda ao contar com 2 palcos com palestras simultâneas sobre diferentes tópicos, montados em um mesmo ambiente. Assim, o áudio das apresentações foi disponibilizado em fones de ouvido individuais e cada participante pôde optar, na hora, por qual palestra acompanhar. “Já conhecíamos este formato de palestras simultâneas, apesar de ainda ser um formato inovador. Em eventos de engenharia, por exemplo, dificilmente se vê este formato sendo adotado. Mas sabíamos dos possíveis benefícios que este formato poderia aportar ao evento. Um deles seria a possibilidade de programar um número maior de palestras. A ideia foi, então, criar dois palcos com temáticas distintas e não concorrentes entre si, conseguindo desta forma direcionar o Georreforços deste ano para um público mais eclético”, comentou Estêvão, salientando ainda que o fato do evento ser parte dos eventos comemorativos dos 20 anos da empresa impulsionou a ideia de inovar. “A inovação é um dos valores da empresa e, por isto, está muito presente nas nossas iniciativas”, explica.

Esta edição contemplou temas como Aterros reforçados sobre solos moles, Muros de contenção em solo reforçado, Proteção costeira com geossintéticos e Geossintéticos em aplicações ambientais. “A escolha dos temas é sempre feita sobre dois critérios principais. Sempre buscamos abordar tópicos atuais, que possam realmente aportar conhecimento e novas contribuições aos participantes, bem como que tenham coerência e alguma interrelação entre si, para que o programa do seminário para atender, ou mesmo superar, a expectativa dos profissionais que se deslocam de todos os cantos do país (e até do exterior) para atender ao Georreforços”, argumenta André.

“Nossa avaliação sobre o evento é a melhor possível. Consideramos que efetivamente alcançamos todos os objetivos que havíamos traçado. Conseguimos atrair o público desejado, em perfil e em número, pudemos oferecer, através dos temas escolhidos e palestrantes convidados, apresentações muito relevantes com conteúdo de elevado nível técnico e atual, a inovação proposta pelo formato de palestras simultâneas funcionou muito bem. Por parte do público presente, a avaliação, de forma geral, também foi muito satisfatória. O evento foi um sucesso. Mas algo que também nos gerou muita satisfação foi a mobilização de todos na empresa, bem como das empresas parceiras que nos ajudaram na realização desta edição, para que o evento se realizasse. O desafio foi grande, mas o trabalho de equipe feito com coordenação, dedicação e entusiasmo de todos, garantiu total sucesso do Georreforços 2018”, avalia André Estevão.

Esta edição contou ainda com um Painel para encerrar as atividades, onde destacados profissionais do setor debateram os avanços observados no uso dos Geossintéticos na engenharia brasileira nos anos passados e o que esperam para os próximos anos. O evento técnico contou com o apoio da ABLP (Associação Brasileira de Resíduos Sólidos e Limpeza Pública), da ABMS/NRSP (Associação Brasileira de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica / Núcleo Regional SP) e da IGS Brasil (Associação Brasileira de Geossintéticos).

20 anos da Huesker – O encontro também celebrou os 20 anos da Huesker no país. “Não há dúvida de que a trajetória da Huesker Brasil nestes 20 anos é uma trajetória de sucesso. A empresa cresceu em todos os aspectos. Multiplicou por 10 o número de funcionários desde os anos iniciais de sua operação, ampliou sua infraestrutura, o faturamento. Participou de diversos projetos que contribuíram para o crescimento da engenharia brasileira e, talvez o mais importante, se consolidou com uma das principais referências em geossintéticos no Brasil e em diversos outros países da América do Sul”, conclui o executivo da Huesker.

Leia também:
Huesker Brasil promove o Georreforços 2015

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *