Caso de Obra: Uso de manta geossintética de cimento composto em proteção de taludes

Uso de manta geossintética de cimento composto em proteção de taludes

CC é desenrolado sobre o talude

Uso de manta geossintética de cimento composto em proteção de taludes

CC é hidratado

Uso de manta geossintética de cimento composto em proteção de taludes

Da Concrete Canvas – A manta geossintética de cimento composto (GCCM) da Concrete Canvas (CC) foi usada em 2015 para proteger um talude em área residencial de periferia em Recife, em Pernambuco. O talude estava enfrentando problemas graves de erosão que já tinham levado ao desmoronamento de uma casa na crista da encosta. O concreto projetado foi considerado, mas devido ao movimento de pessoas diário, tempo de obra,  e de sua localização, o processo seria logisticamente complexo e, portanto, foi descartado.

A combinação do gel e do geotêxtil também era uma opção, no entanto concluiu-se que esta solução seria demasiada frágil para lidar com a erosão exposta às intempéries. Além disso, as instalações anteriores deste material tinham sido roubadas.

Devido à resistência ao impacto do CC, resistência à degradação UV e tempo de vida estimado de 50 anos, ele foi instalado como um teste para avaliar sua aplicação para 1.400 projetos semelhantes dentro do município.

Na periferia de grandes cidades, a execução de projetos não autorizados de casas resultam na ocupação urbana não planejada em locais impróprios e inseguros, criando a necessidade de medidas emergenciais de controle de erosão.

A altura do talude variava entre 5 e 8 metros e estava  cercado por casas. Pedras e vegetação foram removidas e a superfície foi regularizada para garantir a boa aplicação entre o CC e a encosta. As escadas próximas e uma parede de alvenaria foram reparados com concretagem junto a manta CC como parte das obras. Um rolo grande de CC 8 milímetros de espessura, de 125 m² do Concrete Canvas (CC8TM) foi entregue no local em caminhão MUK.

Para os comprimentos menores o CC foi desenrolado sobre o terreno plano, cortados no comprimento necessário e posicionado sobre a encosta.As Sessões da manta foram sobrepostas com 100 milímetros entre as camadas. Para as partes mais íngremes, locais mais altos do talude, o rolo de CC foi posicionado no topo e foi desenrolada para baixo, reduzindo a necessidade de movimentação manual.

O CC foi inicialmente fixado no topo do talude para permitir que a equipe de instalação hidratasse a área que haveria a sobreposição antes da fixação e da união das juntas. Estacas de 400 milímetros foram então inseridas no solo através das sobreposições em intervalos de 2 metros para ancorar o CC ao talude.

Para unir as sobreposições uma dupla fileira de parafusos foram aplicados à  cada 200 milímetros e a alguns milímetros a partir das bordas, utilizando uma parafusadeira de auto-alimentação, em seguida, a hidratação foi concluída usando uma tanque de 8 mil litros de água  e mangueira com bico pulverizador, sempre iniciando pelo topo do talude. Argamassa de concreto foi usada para unir o CC com a infraestrutura de alvenaria. A escada, casa e junção de argamassa com CC foram  pintadas para dar um melhor acabamento.

Foram instalados 125 m² de CC8™ , com altas temperaturas de até 35°C, em apenas nove horas por uma equipe de 6 pessoas supervisionada pela SPI Engenharia Brasil para a Defesa Civil de Recife. O projeto foi um enorme sucesso com o cliente definindo como uma “solução inovadora” que foi mais rápido e mais limpo de instalar do que concreto projetado com menos carga de peso a ser colocado na encosta. Como resultado deste projeto, o CC esta potencialmente credenciado no sistema nacional de fornecedores, mostrando que ele foi aprovado para uso pelo Estado.

Para conhecer mais, acesse: www.concretecanvas.com.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.